g2h

level

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Mountain board o que é

Mountainboard o que é o esporte onde os atletas descem montanhas com um skate adaptado a situações de adversidades.
Criado na Califórnia, o mountainboard no Brasil está ganhando cada vez mais espaço entre os amantes não só de skate.

Uma das versões para o surgimento do mountainboard seria de uma idéia entre alguns amigos que queriam se divertir nas montanhas sem neve e fora da época do inverno.

O esporte foi criado em São Francisco, na California, em 1993, por Patrick McConnell e Jason Lee, na época com 28 e 24 anos, respectivamente, que queriam um esporte tão radical quanto o snowboarding, mas que não precisasse ser praticado na neve e somente no inverno.

Usando a teoria do snowboarding, mas aplicada a terrenos com terra, desenvolveram a primeira mountainboard e fundaram a primeira fábrica. A novidade se espalhou; skatistas, surfistas e snowboarders começaram a experimentar e a praticar e hoje é sucesso total, mais uma alternativa de lazer e diversão.

Existe outra versão de que para satisfazer a cabeça em dias de mar sem ondas, surfistas havaianos inventaram o mountainboard, um off-road que mistura sensações de surf, snowboard e skate.

Hoje em dia, as pranchas usam tecnologia de ponta, com materiais de fibra de carbono, materiais mais resistentes e leves, até desenvolveram um sistema de freios que facilita o aprendizado e a prática do esporte.

Aqui no Brasil esse esporte ainda é pouco conhecido O Brasil talvez seja o lugar mais indicado para a prática desse esporte, pois temos muitas montanhas, muitas trilhas e muitas ladeiras. O mountainboard pode ser praticado em qualquer tipo de terreno e para isso basta estar devidamente equipado.

Dicas para uma prática segura

Por ser um esporte radical, o mountainboard exige equipamentos básicos de segurança para manter a integridade física do praticante. Não ignore estas dicas, pois os tombos são inevitáveis e o objetivo dos equipamentos de segurança é diminuir os danos destas "vacas". Os equipamentos são: calça ou bermuda com proteção lateral (Pads), luvas, capacete, joelheira, cotoveleira e, de preferência, tênis reforçado ou de cano longo.

Além do uso destes equipamentos, o praticante deve seguir as seguintes recomendações:

1 - Analise detalhadamente o terreno antes de dropar, verifique se existem pedras, buracos e não pratique perto de cerca de arame farpado;

2 - Não utilize vias com tráfego de veículos;

3 - As presilhas (binding) são partes importantes do equipamento. Serão elas que manterão seus pés firmes na prancha;

4 - Como é praticado em meio à natureza, o praticante deve ter consciência ecológica e saber onde praticar sem danificar o meio à sua volta;

5 - Em condições favoráveis, o praticante com seu equipamento podem chegar a velocidades de até 70 km/h no asfalto.
Portanto, o equipamento de segurança é fundamental.
Outra dica importante é o praticante saber o seu limite técnico nas manobras e percursos.

Gabriel Miranda - Redação Saúde Plena
http://www.educacaofisica.seed.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=243


PESQUISE NO GOOGLE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Google+ Followers

Google+ Badge

PESQUISE NO GOOGLE

PESQUISE NO GOOGLE